sábado, 27 de abril de 2013

0

A vida é uma comédia! #7

Semana atropelada
Nesta última semana, infelizmente, tivemos vários atropelamentos. Felizmente, sem nenhuma vítima fatal - por enquanto. O mais engraçado de todos, foi o da senhora Mais Você. Sim, Ana Maria Braga foi atropelada por um carro, "aparentemente" sem motorista. Para a infelicidade geral da nação brasileira, a apresentadora está bem e já retomou à âncorar seu programa. Quando cito a palavra 'infelicidade', me refiro ao fato de ela ter voltado ao seu cargo na emissora, e não por estar bem. Que fique claro! Mas como aqui é um blog de futebol, e não um programa de fofocas, vamos aos atropelamentos futebolísticos. Na última terça-feira, dia mundial do escoteiro, o clube homônimo da cidade de Barcelona, com sede na Espanha, resolveu "escotear" pelas terras da cerveja e não se deu muito bem. Lionel Richie e seus parceiros de quarto e time, apanharam mais que mulher de machão por Thomas - Turban.... - Müller, Robben Hood e toda compania do Bayern de Munique. Tomaram de 4 e agora tentam uma viradinha. Outro que sentiu o que é levar de 4 foi o Dólar Madrid. Novamente para um clube alemão. O Borussia Dortmund Lewandowskeou pra cima dos madrilenhos. Os espanhóis voltaram da Alemanha com sacos e mais sacos de bolas que se perderam dentro de seus respectivos gols. Boatos qua saíram na massa dizem que o roupeiro das equipes pediram demissão por carregar tamanho peso. Mentiras à parte, a situação de Real e Barça é extremamente complicada. Necessitam quase que de um milagre para chegarem na grande final, à realizar-se em Wembley, no dia 25 de maio.

Seleção Elétrica!
Apesar dos apesares, a grande decepção da semana talvez tenha ficado por conta da Seleção Brasileira. Apresentando um futebol de Bolívia, Felipão e seus comandados apenas empataram com o todo nada poderoso Chile. A torcida novamente deu show. Apoiou, incentivou, comeu até comida estragada pra ver os canarinhos da seleção jogarem um futebol digno. Mera ilusão... Nom fim, Neyrio foi chamado de pipoqueiro e o Brasil vaiado. Ronaldinho Gaúcho Carioca Mineiro devia estar ajudando o companheiro no comércio, pois não entrou em campo. Agora, sob o comando de Felipão, o Brasil já jogou 5 partidas e ganhou apenas uma, da Bolívia. Ou seja, como diria Galvão Bueno, não ganhou de ninguém. O clímax da noite, ficou por conta de Arnaldo Cezar Coelho, comentarista de arbitragem da Globo. O ser humano em questão, disse que o árbitro da partida, vulgo, Carlos Amarilla é Engenheiro Elétrico. E eu vos pergunto: por acaso ele sai dando choque por aí pra ser elétrico? É claro que não! Pois então, como pode ser elétrico? É Engenheiro ELETRICISTA, seu Arnaldo!



Semana que vem tem mais! E lembre-se, esta é uma matéria voltada para o humor. Não é feita para desmerecer ou ofender seu clube de coração e nem qualquer pessoa e instituição citada.



 
   Foto: (http://www.sbnation.com/)



Abraços e até a próxima!

quinta-feira, 25 de abril de 2013

0

Allianz "assegura" mais um!

Após dias de negociações, a WTorre anunciou oficialmente a venda dos Naming Rights da Arena Palestra para a agência de seguros alemã, Allianz, famosa no mundo inteiro. A empresa já estampa seu nome em outros quatro estádios: Allianz Stadium, em Sydney, Austrália. Allianz Park, em Londres, Inglaterra. Allianz Riviera, em Nice, França. E a Allianz Arena, em Munique, Alemanha, estádio onde o Bayern de Munique manda seus jogos.

O nome do estádio ainda não foi confirmado. A WTorre, responsável pelas obras, juntamente com o Palmeiras, a Allianz e a AEG, gestora da futura Arena, escolherão três possíveis nomes. A torcida do Verdão escolherá seu preferido através de votação. Democraticamente, a até então Arena Palestra, será batizada pelo mais votado.

Embora nenhuma das partes tenha anunciado oficialmente a quantia que será paga pela empresa alemã pelos Naming Rights, estima-se que o valor gira em torno dos R$ 300 milhões que serão quitados em 20 anos de contrato.

O montante será pago em parcelas anuais de R$ 15 milhões. Deste total, durante os 5 primeiros anos, 5% serão repassados ao Palmeiras. Já nos 5 anos seguintes (5 a 10), o clube receberá mais 5%, dando um total de 10% da receita. Passados mais 5 anos (10 a 15) esta quantia aumenta para 15%. Por fim, nos últimos 5 anos (15 a 20), o Palmeiras ficará com 20% do valor. Estas cláusulas estão no contrato assinado pelo Palmeiras e pela WTorre em 2007.

A receita gerada por aluguel de espaços, shows e demais eventos, fica 20% para o clube no começo, aumentando gradativamente em 5% a cada 5 anos. Da mesma forma como acontece com os Naming Rights. A única renda que será 100% do Palmeiras é a venda de ingressos para os jogos. O acordo entre construtora e clube é de 30 anos. Após este período, todo lucro gerado fica para o Palmeiras.

Todos os detalhes do acordo serão anunciados na próxima segunda-feira em evento que contará além das empresas envolvidas no negócio, com a presença do embaixador do clube alviverde, Marcos Roberto Silveira Reis, ou simplesmente, São Marcos de Palestra Itália.

As obras da Arena foram retomadas na manhã de hoje, paradas há uma semana por conta da morte do funcionário Carlos de Jesus.

A entrega do estádio deve ocorrer no início do próximo ano.





Foto: (http://www.novaarena.com.br)



Abraços e até a próxima!