sábado, 27 de outubro de 2012

2

Errar é humano. Persistir no erro é... Arbitragem!

O jogo de hoje entre Internacional e Palmeiras no Beira-Rio, é mais uma daquelas partidas em que pode entrar para o "livro da vergonha" ou coisa parecida. Poderia sem lembrado de outra forma. Mas com certeza, não será. O nome da partida poderia ser Rafael Moura, autor do gol da vitória do Colorado, mas não... o nome do jogo mesmo foi o encarregado da CBF.

Tudo estava caminhando normalmente. Jogo pegado, disputado, brigado (de forma leal), e jogado. Bem jogado. Até os 16 minutos da segunda etapa, quando Marcos Assunção cobra escanteio que Barcos completa mandando a bola para as redes. Mas com a mão. Seria um lance simples, era só anular e pronto. Mas não foi... ou foi? Foi. Após ter sido considerado normal. 

A confusão estava armada.

Polêmica? Não! Polêmica seria se fosse ou não gol de mão. O que não é o caso. Todos viram (exceto o juíz e seus assistentes) que o gol realmente foi feito com a mão. Ponto! Acontece que a forma em que foi anulado foi totalmente errada. 

Árbitro, bandeira, assiste de linha-de-fundo, quarto árbitro, todos deram o gol. Inclusive já estavam correndo para o meio de campo. Eis então, que surge o Delegado da partida (que não sei o nome). Ele viu o lance pela televisão, viu que foi irregular e avisou o árbitro. O que ele esqueceu, é que isto é proibido. Ninguém de fora pode avisar o árbitro sobre qualquer lance, seja ele regular ou não. Após ter sido avisado, o Sr. Francisco Carlos Nascimento voltou atrás e anulou o gol que seria o de empate do time de Palestra Itália.

Traduzindo: ele errou três vezes. Errou ao dar o gol, errou ao anulá-lo, visto que foi de forma irregular e errou em não mostrar o cartão amarelo para Barcos. Sim, pois se foi com a mão, o atleta deveria ter sido advertido, como manda a regra. Se bem que esta, andou em falta neste jogo. Tanto dentro, quanto fora das quatro linhas.

Outro erro. O delegado disse que quem usou a mão foi Marcos Assunção, que cobrou o escanteio. Seria ele então, o Flash do futebol? Sim porque, pra cruzar e ir para a área cabecear a pessoa tem que ser muto (muitíssimo) rápida, não?! 

Com isso, surge uma nova hipótese. Será que o delegado foi avisado por alguém de fora? Sabe-se lá...

No fim das contas, tudo poderia ter sido esclarecido pelo próprio delegado. Mas este, recusou-se a falar. Ao contrário. Foi para o campo se esconder atrás do policiamento. Estaria ele querendo prejudicar o Palmeiras? Teria algum "rolo" por trás disso tudo? Por que só usam a Televisão em lances que seriam favoráveis ao Palmeiras, nunca contra? Com tantos erros contra, estariam querendo rebaixar o time de São Paulo? São perguntas que ficam no ar e deixam uma "pulga atrás da orelha" de todo mundo, ou pelo menos da torcida do Palmeiras..


 (Foto: http://esporte.ig.com.br/)


Abraços e até a próxima!


Obs: Quero deixar bem claro que não fui clubístico nesta matéria (embora pode até parecer que sim), nem quis desmerecer a vitória do Internacional. Pelo contrário, jogou bem e mereceu o resultado. Apenas quis demonstrar a indignação de um apaixonado pelo futebol que não aguenta mais ver tanto erro, tanta falta de critério, tanta vergonha neste esporte que é paixão mundial!

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

1

Já que meu destino é tão incerto. Que ele seja incerto num lugar bom.

Um tal jornal italiano, publicou na edição desta sexta-feira que Robinho e Alexandre Pato estariam no fim de seus dias no Milan. Segundo o jornal, o clube estaria querendo cortar gastos. A matéria ainda foi além, disse que o clube estaria disposto a fazer uma “revolução" em seu elenco.

Independente se for apenas especulação e assunto pra dar "Ibope", uma coisa é certa. Os dois já não sabem o que é jogar futebol a um bom tempo. Robinho decaiu uma "barbaridade", não é nem sombra daquele Robinho de Santos, de Real Madrid e pode-se dizer até de Seleção Brasileira. Pato, por sua vez, fica mais no departamento médico que dentro de campo. Não consegue ter uma sequência de jogos. Mal se recupera de uma lesão, e já vem outra. Estilo Valdívia no Palmeiras. Ao todo foram 15, em apenas 2 anos.

O ex-santista parece ser o sucessor de Alexandre no quesito lesões. Só esta temporada já foram duas. O jogador atuou em apenas quatro jogos pelo clube nesta temporada. Não marcou nenhum gol. Enquanto que o outro brasileiro, jogou apenas uma partida, também sem marcar.

Prince Boateng é outro que pode estar dando adeus ao Rossonero. Se os três realmente saírem, o clube, sem a menor dúvida, economizará uma "grana preta". Mas e quem seriam as peças de reposição? Embora o clube tenha jogadores de qualidade no ataque, teriam que contratar. O investimento teria que ser alto, visto que o "bom e barato" não está tão bom assim.

O que resta é aguardar até janeiro, quando abre a janela de transferências. Mas independente de quem saia, ou de quem chegue, o que a torcida realmente espera, como sempre, é a conquista de títulos.


Esta situação me lembra um trecho do Macucos: Já que meu destino é tão incerto. Que ele seja incerto num lugar bom. ♪

Vamos aguardar!

(Foto: http://www.goal.com/br/)


Abraços e até a próxima!


segunda-feira, 22 de outubro de 2012

1

Escolhido o novo mandatário Gremista!

Ontem foi o dia em que foi eleito o novo presidente do Tricolor Gaúcho. Concorriam ao cargo Homero Bellini Júnior, Fábio Koff e Paulo Odone, que tentava a reeleição.

Em uma votação recorde, Fábio Koff foi o escolhido para comandar o clube nos próximos dois anos. Ele contava com o apoio de vários ídolos do clube e de grande parte da torcida.

Esta será a quarta passagem de Koff na presidência do Grêmio. É considerado o mandatário mais vitorioso da história do clube, uma vez que com ele no comando o time gaúcho conquistou as suas duas Libertadores, o Mundial de Clubes, um campeonato brasileiro e ainda levantou o caneco da Copa do Brasil.

Experiência Koff tem de sobra. Além de já ter presidido o clube em três oportunidades, ainda foi presidente do Clube dos 13 por 16 anos.

O novo presidente terá a missão de recolocar o clube no caminho dos títulos, que estiveram em falta na última década. Este, aliás, foi um motivo de críticas de Koff para com seu principal concorrente, Paulo Odone, que embora tenha colocado em prática o sonho da Arena, não conquistou nenhum título de expressão. 

Planos o presidente tem de sobra, o que resta é aguardar para ver se realmente serão colocados em prática, ou se serão apenas "promessas de campanha".



(Foto: http://zerohora.rbsdirect.com.br/)

Abraços e até a próxima!

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

1

Reencontrando-se!

Finalmente, após algumas temporadas, Kaká parece estar retomando seu bom futebol. Nas últimas partidas o "príncipe" tem jogado muito bem, tanto pelo Real quanto pela Seleção Brasileira. Na última terça, o meia se destacou na vitória por 4 a 0 da seleção frente ao Japão. Pelo time madrilenho, sua titularidade começa a ganhar mais força.

O jogador que foi contratado a peso de ouro pela equipe comandada por José Mourinho em 2009, ainda não mostrou realmente à que veio. Lesões e falta de ritmo o atrapalharam nesta caminhada. O Real até cogitou rescindir seu contrato, mas acabou desistindo.

Foram longos e tortuosos dias, mas, ao que tudo indica, Kaká parece ter reencontrado aquele futebol que o rendeu o prêmio de melhor jogador do planeta em 2007, quando ainda defendia o Milan. 

Bom para o Real Madrid e para o Brasil. Com sua liderança e experiência, Kaká será de grande importância para a jovem equipe brasileira tanto dentro como fora das quatro linhas.



(Foto: http://www.alienado.net/)


Abraços e até a próxima!



segunda-feira, 15 de outubro de 2012

2

Polêmica em cima de polêmica...

O campeonato Brasileiro segue em ritmo de decisão. E como todo ano, são inúmeras as polêmicas envolvendo erros da arbitragem. Embora o erro seja algo comum dos seres humanos, quando envolve futebol ninguém aceita. Quando for contra o time de coração então...

É partir daí, que surgem as dicussões: "tão favorecendo fulano, tão roubando contra ciclano, e segue por aí..."

É claro que tem erros que são admissíveis. Mas em compensação, tem aqueles lances em que é impossível errar. Como este, no jogo entre Botafogo vs Palmeiras, em partida válida pela 15ª rodada.
 (Foto: http://www.lanceactivo.com.br)

No lance, foi marcado impedimento de Hernan Barcos (Palmeiras). Mas claramente pode-se ver que o atleta está atrás do último defensor, e como se não bastasse, atrás até da linha da bola. A jogada resultou em gol, anulado pelo árbitro.

Em lances como este, chega-se a falar até em má fé do árbitro ou bandeira em questão.

Mas afinal de contas, o que realmente está acontecendo com a arbitragem brasileira. Falta investimento, preparação, incentivo, qualidade, ou realmente trata-se de má intenção? Já o uso da técnologia, seria uma boa, ou serviria apenas para "rebaixar" a autoridade do árbitro? 

São polêmicas que devem ser analisadas, pois o que realmente interessa é o futebol, é o espetáculo, o resto deve ficar em segundo plano. Quanto aos erros, eles irão aparecer, mas deve-se fazer o possível (e até o impossível) para evitá-los.

(Foto 1ª: http://nucleotavola.com.br)

Abraços e até a próxima!

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

2

Esquecida, mas não menos importante.

Brasileirão em reta final. Disputas pelo título, pelo G4, pra fugir da degola, e artilharia acirradas. Mas com tudo isso, acabamos esquecendo das séries inferiores da competição. A série D por exemplo, tem o primeiro jogo da final já neste domingo (14), e não é comentada na mídia.

Esta é a apenas a quarta edição, e a primeira em que a CBF custeará as despesas dos clubes participantes.

Ao todo, foram 40 as esquipes participantes. De todos os estados do país. Na primeira fase as equipes foram distribuídas em 8 grupos de 5 times cada, agrupadas regionalmente (para diminuir os custos). Os dois melhores colocados de cada grupo disputaram as oitavas-de-final com jogos de ida e volta. Na fase seguinte, os vencedores enfrentaram-se em sistema eliminatório idêntico ao da fase anterior, classificando-se os vencedores para as semifinais.

Os quatro semifinalistas conseguiram o tão sonhado acesso e disputarão a Série C em 2013. Sendo eles: Baraúnas-RN, Mogi Mirim-SP,  Crac-GO e o Sampaio Corrêa-MA. Os dois últimos disputarão a grande final. A primeira partida está marcada para domingo no estádio Genervino da Fonseca, em Goiás. A volta será no dia 20, sob o mando do Sampaio Corrêa, no estádio Nhozinho Santos.



Abraços e até a próxima!

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

1

Política? Prefiro futebol!

Enquanto alguns brigavam pela política, outros acompanhavam uma "briga" muito, mas muito mais interessante.

De um lado, Lionel Messi. De outro, Cristiano Ronaldo. De um lado, Barcelona. De outro, Real Madrid. 

Não haviam eleitores. Haviam espectadores. Não haviam urnas eletrônicas. Havia a bola. Não haviam candidatos. Haviam jogadores.

Com um público de final de Copa do Mundo (96589 mais precisamente), Barcelona e Real Madrid fizeram um clássico de tirar o fôlego. Onde quem ganhou, foi a "plateia".

Como de costume, Messi e CR7 decidiram a "bagaça". Com dois tentos de cada um, o jogo terminou em 2 a 2. De quebra, o português entrou para a história do confronto: é o primeiro jogador de todos os tempos a fazer gols em seis clássicos seguidos. O argentino, como não poderia deixar barato, marcou seu 17º gol no confronto, ficando um atrás do maior artilheiro (Di Stéfano). Descrever estes dois mitos? Impossível. Faltam adjetivos.

Com o resultado do prélio, o time catalão segue na ponta do Espanhol com 19 pontos. O Real aparece em 7º, com 11.



Abraços e até a próxima!



                                                               
(Foto: http://www.armandoajogada.com.br/)
                                                         







sábado, 6 de outubro de 2012

4

Recordar é viver

Todos nós sabemos que a Copa Do Mundo 2010 já acabou e que o assunto não é mais sobre a mesma, que dirá então a Copa de 2002. Esta mesmo não sendo falada em rodas de amigos, em peladas, até mesmo quando aqueles fanáticos sobre futebol que não param de falar sobre o assunto não comentam sobre a competição, é impossível de esquece-la, já que para nossa tristeza, foi a última em que a seleção "canarinho" levou o "caneco". E além do mais, quem que se esquece daquele gol de falta feito por Ronaldinho Gaúcho nas quartas-de-final diante da Inglaterra quando o jogo estava 1 vs 1 levando assim o Brasil a semi-final, ou as defesas feitas pelo goleiro Marcos, uma delas até sendo eleita a defesa mais bonita da Copa, ou então, aqueles gols de Ronaldo Fenômeno na final ante a Alemanha, e é claro o momento mais marcante, quando o nosso capitão Cafu levantou a Taça. Sem dúvidas, estes momentos ficarão guardados em nossa memória até o fim de nossas vidas.

Muitas frases ditas também foram marcantes não somente para os brasileiros. E este post foi criado justamente para relembrar algumas delas. Afinal, recordar é viver!

Pois então, aqui vão algumas:


"Se eu for convocado para a Copa do Mundo, deve ser pelo que estou fazendo neste momento, não por aquilo que fiz no passado. E por isso, penso que é normal que eu vá para o Mundial, já que agora sou o melhor". (Romário, em fevereiro de 2002, se convocando para o Mundial e tentando convencer o treinador Luiz Felipe Scolari);

"No Mundial, nós muitas vezes precisamos mais de um grupo do que de uma estrela somente. Será que vale apenas investir apenas numa estrela?" (Felipão, em março de 2002, em resposta a Romário);

"Jogo até no gol se o Luiz Felipe (Scolari) quiser". (Ricardinho, ao ser avisado de sua convocação);

"Estamos ainda mais fortes do que em 98. Nossos jogadores são mais experientes". (Zidane, antes da França estreiar na Copa);

"Quero fazer algo brilhante nesta Copa, mas não vejo a mesma determinação nos outros". (Francês Trezeguet, após a derrota na estreia);

"Não é o fim do mundo". (Mohamed Al Deayea, goleiro da Arábia, após sofrer oito gols contra a Alemanha);

"Nunca imaginei que poderíamos ser eliminados na primeira fase da Copa do Mundo". (Zidane, após a derrota para a Dinamarca);

"O Cafu já vinha me alertando que o goleiro deles jogava adiantado. Eu chutei no gol e fui feliz". (Ronaldinho Gaúcho, sobre seu gol contra a Inglaterra);

"Foi um gol à la Romário. Ele costuma fazer desse jeito". (Ronaldo, sobre o gol de bico na semifinal);

"Não há consolo para o que eu fiz. Cometi um erro, o único em sete jogos, e fui brutalmente punido.Deveria ter segurado aquela bola". (Oliver Kahn, goleiro da Alemanha, sobre o lance que originou o primeiro gol do Brasil na final);

"Joguei 14 partidas em Copas com a camisa 10 do Brasil. Estou certo de que, no futuro, as pessoas se lembrarão do Rivaldo. Campeão." (Rivaldo, sobre seu papel na campanha vitoriosa da seleção brasileira);

"Não era dívida. Havia um peso na consciência". (Ronaldo, após a conquista do penta, sobre a final de quatro anos antes na França);

"Este título mundial é algo que guardarei para sempre dentro de mim. Tirei um peso enorme das costas". (Roberto Carlos, comentando a conquista do penta);


Espero que tenham gostado.

Abraços e até a próxima!

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

2

E o comprometimento Adriano?!


Neste primeiro post "oficial", quero comentar de um craque (ou ex-craque) do futebol. Sim, ele mesmo, Adriano Imperador.

Sem sombra de dúvidas, capacidade ele tem para jogar em alto nível em qualquer clube do Brasil. Mas será que ele realmente quer voltar a ser aquele Adriano dos tempos de Internazionale, de Seleção Brasileira... Sim, pois pelo que pode-se perceber, ele quer mais é "baladear", e usar o futebol como passatempo. A última partida oficial do Imperador foi em 04 de março deste ano quando ainda defendia o Corinthians. No dia 12 deste mesmo mês foi dispensado pelo clube paulista por indisciplina.

Chegou ao Flamengo após passar por um problema no joelho que o tirou dos gramados por 3 meses. Recuperado, voltou a treinar e a melhorar a parte física. Esta, que (cá entre nós), ainda não está lá em perfeitas condições. Tudo parecia estar dando certo. Adriano feliz, clube feliz, torcida então, transbordava felicidade, pois um grande ídolo estava de volta e iria reeditar a parceria de sucesso com Vágner Love. Porém, não contavam novamente com a tal da indisciplina. Só nesta curta passagem pelo Rubro-Negro, já foram 3 casos. Isso mostra a falta de comprometindo do jogador.

A questão é essa: COMPROMETIMENTO!

Eis então que pergunto: 'Será mesmo que vale a pena manter no clube um jogador com um custo-benefício alto e que não tem compromentimento algum, mas que em compensação tem um potencial enorme?'

 Abraços e até a próxima!


Foto: (http://eusouflamengo.com/)

0

Pontapé Inicial


Bem caros leitores, aqui inícia o blog sobre futebol que irá revolucionar o mundo futebolístico. Exatamente, revolucionar, uma vez que seu criador tem o intuito de além de deixá-lo informado sobre tudo o que rola no mundo da bola, também tem o prazer de proporcionar diversão a seus leitores.

Gostaría de agradecer a todos que prestigiarem o Futeboliza, e peço que não deixem de acompanhá-lo. Se não gostar de alguma coisa, deixe suas críticas que farei o possível para melhorar e proporcionar a você o melhor conteúdo da internet no ramo futebolístico.

A todos, meu Muito Obrigado e vamos Futebolizar!



(Foto: http://www.cancaonova.com/)